quinta-feira, 24 de novembro de 2016

Reflexões sobre a interação deuses x humanidade

Se conectar com uma divindade não é tão difícil quanto parece. Para ser honesta, quem coloca a dificuldade na comunicação entre o divino somos nós próprios. É certo que os deuses ouvem nossas orações, e recebem de bom grado as homenagens que fazemos em sua honra, mas como ouvi-los? Eu sempre me perguntava isso. Na verdade, todo mundo tem uma maneira efetiva de conversar com os deuses, mas muitas das vezes, tudo o que os deuses querem nos dizer é: nada. 

Há momentos em que precisamos de uma mensagem ou sinal divino, mas nem sempre os deuses vão sussurrar em nossos ouvidos. Heru-wer é um deus comunicativo, ele pode vir até você e lhe encher de sentimentos, pensamentos e lições, mas ele não ajuda a não ser que seja requisitado. Cada deus age de uma maneira diferente. Heru-wer é esperto, ele o deixa para resolver os seus problemas até o ponto de você não conseguir, aí ele intervem, te ajuda e o orienta para não cair no mesmo buraco, porque, na maioria das vezes, temos todas as ferramentas necessárias para resolver os nossos próprios problemas, e Netjer nos quer para usar essas habilidades que ele nos concedeu, e não para jogá-las fora. Mais do que nós, eles reconhecem o nosso potencial. Se você não as usa para se ajudar, porquê os deuses teriam de fazer o serviço para você? 

Acredito que nós nos sentimos separados demais do divino para fazermos perguntas relacionadas à reciprocidade divina. Talvez isto seja um reflexo da nossa cultura ocidental em achar que Deus está em um universo diferente olhando a gente se ferrar em meio a problemas sociais, desordens políticas, injustiças etc. O divino está intrinsecamente ligado ao Universo, eles fazem parte de tudo, mas não é responsabilidade deles o caos que nós mesmos causamos no mundo, e o papel de reverter esse caos é nosso. A responsabilidade é nossa. E sim, temos a ajuda divina para isso, principalmente de Heru-wer. Ele nos concede força e garra para tomarmos atitude sobre a nossa própria vida, nos dá coragem e inibe a covardia, e nos guia rumo ao verdadeiro propósito ao qual viemos aqui na Terra cumprir. 

Nenhum comentário: