sexta-feira, 30 de julho de 2010

Signos Egipcios - Parte III

Essa é os últimos 4 signos do Calendário Egípcio:

Sekhmet – A Deusa Leoa
Signo ocidental correspondente: Peixes e Áries
Período: 16 de março a 15 de abril




São líderes natos, otimistas, idealistas e persistentes. Têm vitalidade, força de caráter. Mente ágil, tendência a agressividade, mas sabem controlar-se.
Estes nativos são magnéticos, atraindo com facilidades amigos e amores. Podem exercer qualquer cargo de chefia e profissões esportistas. Têm espírito competitivo. Apaixonam-se com facilidade. Adoram ser acariciados na nuca e na cabeça. As mulheres são práticas, sinceras e sujeitas a crises de ira, que passam rapidamente.
Os homens são atraentes, o temperamento aventureiro e, em alguns nativos, a infidelidade é uma constante.
Na saúde, costumam sofrer dores de cabeça, seu aparelho digestivo é delicado, bem como o aparelho respiratório, sendo sujeitos a asma, enfisema pulmonar e bronquite.
Na infância, são crianças arteiras, alegres e indóceis. Têm uma intuição maravilhosa. Não gostam de receber ordens, entrando em conflitos com os pais.
*DICAS*
Dia da semana: Terça-feira
Números: 1 e 5
Cor: vermelho
Flor: violeta
Metal: ferro
Perfume: alfazema



Ptah – O Deus Criador do Universo
Signo ocidental correspondente: Áries e Touro
Período: 16 de abril a 15 de maio




Como existe uma combinação de Áries e Touro no zodíaco Egípcio temos uma dupla influência no protegido por Ptah. Os nativos são corajosos, impulsivos e temidos. São persistentes, teimosos e materialistas. Adoram conforto, objetos com designer moderno e, quando podem, compram os últimos lançamentos na área de informática. Viagens a trabalho ou lazer fazem parte da vida do nativo.
Possuem boa resistência física, e oscilam entre a calma e a impaciência.
No amor, são sensuais, de sexualidade intensa; o contato com a pele é fundamental para os nativos. Terão muitos amores e uniões durante a vida.
As mulheres são independentes, ativas, femininas e vaidosas. Gostam de crianças e preservam a ligação com a família. Atraem homens com facilidade. Os homens desse signo são comodistas, bem informados, amam o conforto. São bons pais e bons maridos. Quando felizes no casamento serão fiéis, amigos e protetores.
Na infância são fortes, tenazes e sensuais desde cedo. São gulosas e, para educá-las bem, é preciso pulso forte pois, os filhos de Ptah são teimosos.
Na saúde, têm boa recuperação física e uma leve tendência a obesidade, pois gostam de comer bem e são um pouco preguiçosos para fazerem ginástica.
Devem tomar cuidado com acidentes na cabeça, amidalites, dores na coluna cervical, insuficiência renal e hepática.
*DICAS*
Dia da semana: Terça-feira e a Sexta-feira
Números: 1 e 8
Cores: vermelho-claro e o azul em todos os tons.
Flor: girassol
Perfume: sândalo e a verbena.
Pedra preciosa: olho de tigre



Toth – O Deusa da Escrita
Signo ocidental correspondente: Touro e Gêmeos
Período: 16 de maio a 15 de junho




Como a flor de lótus, os filhos de Toth são sensíveis, sensitivos e intelectuais. São firmes nas decisões, determinados a vencer obstáculos. Não gostam de ser pressionados tanto no trabalho como no amor. Adoram novidades, são bem informados, alguns são escritores, jornalistas ou radialistas. Sabem lidar com a terra, as flores, os frutos. Alguns conquistam bons amigos, outros sãos bruscos e francos demais, afastando os contatos. São possessivos, têm medo de perder seus bens ou não se aventuram em novas oportunidades quando não sentem segurança.
Excelentes colaboradores, enfrentam a vida com coragem. Este tipo misto, que nasce sob a proteção do deus Toth, é aberto a opiniões e sabe reconhecer os próprios erros. Sua atitude é calorosa e alegre ao reencontrar um amigo. O seu nervosismo o impede de ocupar-se por muito tempo no mesmo assunto.
Não fazem diferença entre uma relação afetiva e uma atração física. Esta última constitui para os nativos uma importante motivação. Não se ligam com facilidade a outras pessoas, mas quando isso acontece são capazes de fazer sacrifícios pelo parceiro.
Na saúde têm o sistema nervoso frágil e precisam de esporte para aliviar a pressão do dia a dia. Há tendências a terem problemas nos rins, nos órgãos genitais, garganta e boca. A coluna vertebral será sempre um ponto delicado.
As crianças são quietas, tímidas, pensativas, gostam de brincar sozinhas. Amam a natureza, os animais a liberdade.
*DICAS*
Dia da semana: Quarta-feira
Números favoráveis: 5 e 6
Cores: verde-claro e o azul em todos os tons
Perfume: verbena
Pedras preciosas: turquesa ou esmeralda



Isis – Mãe Cósmica
Signo ocidental correspondente: Gêmeos e Câncer
Período: 16 de junho a 15 de julho




Quem nasce sob o signo de Ísis é sensível e tem dons telepáticos. Adoram desafios; são simpáticos, de espírito maternal e são espertos nos negócios. Manipulam as pessoas com seu jeito de criança e fala mansa conseguindo atingir os seus objetivos. São ambiciosos, criativos e divertidos. Têm diplomacia e sabem acalmar situações tensas. São instáveis, especialmente na Lua Cheia e no Quarto Crescente, mudando de opinião ou ideais. O passado é sempre presente nas lembranças dos nativos. Não gostam de ser criticados.
Alguns filhos de Ísis costumam viver longe de seus pais e irmãos e formam uma família com pessoas estranhas, a quem amam e se integram com elas. Adoram os filhos. São românticos, gostam de arte e música.
São carentes e precisam alguém mais forte que os proteja. No amor, são apaixonados e desconfiados, exigindo atenção o tempo todo. Sua imaginação os faz muito teatrais e vivem os seus próprios dramas interiores. São reservados, ciumentos e possessivos. São muito carinhosos e atenciosos com os filhos.
Na saúde a parte mais sensível é o estômago e os intestinos. Quando estão muito nervosos, suas mãos tremem. As filhas de Ísis são férteis e devem tomar cuidado com o aparelho reprodutor. Homens e mulheres deste signo são sujeitos a terem hemorróidas internas e externas.
*DICAS*
Dia da semana: Segunda-feira e Quarta-feira
Número: 5
Cor: o branco, o prateado e o lilás
Perfume: rosa e lírio
Metal: a prata

quarta-feira, 28 de julho de 2010

Signos Egipcios - Parte II

Após os Signos de Rá, Neith, Maat e Osíris seguem os próximos quatro Signos Egípcios:

Hathor – A Deusa do Amor e da Adivinhação
Signo ocidental correspondente: Sagitário
Período: 16 de novembro a 15 de dezembro




A deusa Hathor influencia seus filhos a serem ambiciosos, espertos e audaciosos. Muito inteligentes, são dinâmicos no trabalho, francos e diretos na comunicação com as pessoas. Adoram conforto e viajam sempre quando podem. Gostam de ter animais de estimação em casa.
No amor são atirados e conquistadores, às vezes prometem muito e não cumprem as promessas. Geralmente, se apaixonam por pessoas, com estilo de ser diferente ou que têm presença marcante. Adoram serem tocados em todas as partes do corpo.
Os homens deste signo sofrem altos e baixos na vida. Têm uma boa intuição nos negócios, escapando de problemas financeiros.
Na saúde, os pulmões são pontos frágeis; costumam sentir dores na coluna dorsal e cervical.
*DICAS*
Dia da semana: Quarta-feira
Número: 3
Cor: azul
Flor: rosa amarela e lírio.
Perfume: sândalo.
Pedras preciosas: quartzo rosa e quartzo verde



Anúbis – O Guardião dos Mortos
Signo ocidental correspondente: Capricórnio
Período: 16 de dezembro a 15 de janeiro




Força de vontade, persistência e teimosia são características dos filhos de Anúbis. São exigentes, confiáveis e ambiciosos. A expressão, muitas vezes séria, mostra um temperamento reservado. Gostam de privacidade e, às vezes, se distraem com os próprios pensamentos. Muitos dos nativos não abrem o jogo do que realmente pensam.
Alcançam suas metas através de muito trabalho. A estabilidade financeira chega após os 40 anos, a não ser que recebam uma herança.
Os protegidos de Anúbis são inteligentes, sagazes e, profissionalmente, se adaptam bem a área de medicina, jornalismo e engenharia.
No amor são companheiros, inquietos, sedutores e volúveis. As mulheres ou os homens desse signo, podem ter a oportunidade de casar duas vezes. Gostam de se vestir com elegância. Praticam esportes e ginástica. São bem informados, lêem sobre todos os assuntos.
Na saúde, os resfriados e infecções devem ser cuidados com cautela. Alimentação deve ser sempre sadia, pois o nativo pode ter problemas de digestão. Os joelhos e as pernas são pontos sensíveis.

*DICAS*
Dia da Semana: Sábado
Número: 8
Cores: cinza, verde-claro e marrom.
Flor: crisântemo
Pedra preciosa: ônix



Bastet – A Deusa Gata
Signo ocidental correspondente: Aquário
Período: 16 de janeiro a 15 de fevereiro




Esses nativos são intelectualmente ativos, assimilam e entendem sobre todos os assuntos com facilidade. São independentes, emotivos e instáveis nos sentimentos, sofrendo algumas depressões.
Os filhos de Bastet são estranhos e traiçoeiros quando não estão resolvidos internamente.
São excêntricos e apaixonados por aventuras perigosas. Têm uma imaginação surrealista. Podem ser atores, escritores, médicos, professores e advogados. Sabem conduzir uma conversa em grupo, despertando admiração a atenção de todos.
No amor são criativos, dotados de mistério e misticismo, costumando sentir o parceiro de forma aguçada. Os jovens preferem “ficar”, em vez, de assumir compromissos. Sexualmente, são fogosos e gostam de carícias diferentes. Seus pontos são os lábios e os tornozelos.
Na saúde, os nativos podem ter problemas digestivos ou nas vias respiratórias. Tendência ainda à artrite, dores na coluna e alguma disfunção glandular.
*DICAS*
Dia da semana: Segunda-feira
Número: 9
Cor: azul
Flor: margarida
Pedra preciosa: quartzo branco


Tauret – A Deusa da Fertilidade
Signo ocidental correspondente: Peixes
Período: 16 de fevereiro a 15 de março




Os nativos que recebem influências da deusa Tuéris têm grande sensibilidade. Aparentam tranqüilidade e timidez. São super-intuitivas, têm fortes premonições e inspirações misteriosas. Os nativos são afetuosos, sinceros, compreensivos e justos. Quando exercem o lado negativo da personalidade são mentirosos, preguiçosos e agressivos. O filho de Tuéris, deve escolher bem as amizades para não se decepcionar mais tarde. Adoram brincar, imitar, criar. São divertidos, quando, bem humorados.
Podem seguir as seguintes profissões: ator, médico, enfermeiro, professor e de economista.
A vida afetiva é de altos e baixos, pois idealizam demais os parceiros. São sedutores e podem ter vários casamentos.
A saúde dos nativos é delicada. Propensão a problemas na vesícula, males do estômago, problemas nos pés e na coluna. As crianças regidas pelo signo de Tuéris são tranqüilas de serem educadas. Na infância, precisam de afeto e atenção, para que, mais tarde, não fiquem complexadas.
*DICAS*
Dia da Semana: Quinta- feira
Número: 5
Perfume: sândalo
Flor: rosa
Metal: prata e estanho
Pedra preciosa: ametista

segunda-feira, 26 de julho de 2010

Signo Egipcio - Parte I



O sábio Imhotep inventou o calendário egípcio, no ano 2769 antes de Cristo, que era parecido com o que usamos hoje. O ano egípcio iniciava quando a estrela Sírius surgia no horizonte de Mênfis, a cidade dos primeiros faraós, e que no nosso calendário corresponde ao dia 16 de julho.

A partir do calendário de Imhotep, os astrólogos egípcios criaram um Zodíaco divido em 12 signos, correspondentes aos doze meses do ano.

Cada signo é representado por um deus; cada divindade regendo durante um tempo e vibrando suas características próprias sobre as pessoas nascidas sob um determinado signo.

Mas a frente postarei detalhadamente cada Signo Egipcio. Por isso terei que dividir tudo em 3 partes, cada qual contendo 4 signos de cada vez...
Bem vindos ao mundo esoterico Egipcio:


Rá - O Deus do Sol
Signo ocidental correspondente: Leão
Período: 16 de julho a 15 de agosto




Força, vitalidade e ação fazem parte das qualidades dos protegidos de Rá. São vaidosos, falantes, adoram aplausos. Nos palcos, da vida gostam de representar papéis de destaque. Veja bem, desde pequenos são irreverentes, brigões e autoritários. É importante paz e tranqüilidade, dos pais, para acalmar esses nativos, nos momentos de ira. Educá-los com carinho e compreensão é o caminho. Não gostam de ser contrariados e repreendidos na presença de estranhos.

São sensuais, generosos e sinceros. São instáveis nas amizades quando se sentem desvalorizados pelo outro. Precisam ser o centro das atenções.

Criatividade, humor e intuição não faltam. Transformam do nada, alguma coisa inusitada. Geralmente vencem na vida porque são ambiciosos.

Inteligentes, indagadores e estudiosos podem exercer carreiras de destaques como: artistas, escritores, músicos, médicos, engenheiros, banqueiros e tendência para a política.

Os nativos de Rá se apaixonam de forma rápida e com intensidade. Adoram carinhos nas costas, na região da coluna e as coxas são pontos erógenos.

Na saúde o ponto fraco é o coração, podendo ter problemas cardíacos se abusarem no ritmo de vida. Outros pontos vulneráveis são dores na coluna e no estômago, devido ao nervosismo.

*DICAS*

Dia da semana: Domingo

Número favorável: 1

Cores: amarelo e dourado.

Flores: rosa amarela e girassóis.

Metal: ouro

Pedra preciosa: crisólita amarela.

Neit - A Deusa da Caça
Signo ocidental correspondente: Virgem
Período: 16 de agosto a 15 de setembro




Os protegidos da Deusa Neit tem uma grande agilidade mental, são simpáticos e sinceros nas críticas. Na infância, são precoces, sensíveis e inteligentes. Gostam de estudar, mas não gostam de ser cobrados ou pressionados.

Alguns nativos ficam tímidos e inseguros quando testados. Os regidos por Neit têm tendência a relembrar fatos que não levam a nada. Pensam muito antes de tomar decisões.

Não gostam de intrigas, invejas ou fofocas no trabalho, na família ou no relacionamento pessoal.

Geralmente, os nativos são disciplinados e organizados quando desenvolvem qualquer tipo de trabalho. São carentes e necessitam atenção. Não costumam esquecer ofensas.

No amor são honestos, amigos e de confiança; só depois de muita intimidade se soltam nas relações. Neit é uma Deusa que gosta de liberdade, tem dificuldade de se adaptar à rotina do casamento.

Profissionalmente, pode ser bom médico, professor, analista de sistema ou artista.

Para despertar a sensualidade, nos nativos da deusa Neit, é importante uma relação alegre e espontânea. Isso os ajuda a relaxar porque, na maioria, das vezes, são tensos e nervosos. Suas áreas sensíveis são a parte interna das coxas, atrás dos joelhos e no próprio sexo.

Na saúde estão sujeitos a esgotamento nervoso e períodos de depressão. Pontos sensíveis: estômago e intestinos. Têm vida longa.


*DICAS*

Dia da Semana: Terça-feira

Número favorável: 5

Cores: coral e o prateado

Flores: lírio branco e lírio amarelo

Metal: a prata

Pedras preciosas: coral e esmeralda


Maat - A Deusa da Verdade
Signo ocidental correspondente: Libra
Período: 16 de setembro a 15 de outubro




Harmonia, beleza, elegância são qualidades dos regidos pela Deusa Maat. A nobreza de espírito e o senso inato de justiça fazem parte da personalidade do nativo.

São diplomatas e não gostam de ser indelicados ou tratados com grosserias. São avesso a violência, teimosos e firmes em suas opiniões.

Comunicam-se bem com o público. Gostam de leitura, de artes, de bons restaurantes, de dançar, namorar ou paquerar sem compromisso.

São sensíveis ao meio ambiente. Sabem viver de forma simples e adaptam-se as situações difíceis se for necessário.

Os que nascem sob a proteção de Maat são calmos e tranqüilos. São místicos, gostam de natureza, da poesia e música. Sabem fazer amizades e procuram conservá-las. Em geral, casam cedo. Tanto os homens e as mulheres desse signo são muito sensuais. Suas paixões são violentas e curtas. Adoram carinhos nas regiões das coxas e os órgãos genitais. Gostam de jogos amorosos.

Nem sempre a situação financeira dos nativos de Maat é estável. Devem tomar cuidado com contratos, empréstimos, sociedades ou casamentos.

Os órgãos que exigem maior atenção são os rins, a coluna e o sistema nervoso. Cuidado com diabete.

*DICAS*

Dia da Semana: Sexta-feira

Número favorável: 6

Cor: azul.

Flor: rosa

Pedras preciosas: diamante e o lápis-lazúli


Osíris - O Deus da Renovação
Signo ocidental correspondente: Escorpião
Período: 16 de outubro a 15 de novembro




Existe um ar de mistério e sedução nos nativos do signo de Osíris. Sensíveis e intuitivos, bem orientados internamente, podem adquirir a sabedoria dos magos. Desde pequenos são ciumentos e possessivos. Estas crianças são autoritárias e impacientes.

Possuem a virtude da coragem, estabelecem metas de conquistas, tanto profissionais como afetivas. São investigadores e curiosos, querem estar sempre por dentro dos fatos. Se traídos são vingativos. Os protegidos de Osíris têm poder de decisão e amor à liberdade. É um amigo forte, mas quando ferido torna-se um inimigo implacável.

No amor são sensuais e ciumentos, gostam de aventuras rápidas e sexualmente são intensas.

As zonas de prazer são a boca e os órgãos genitais. Na saúde, os homens devem tomar cuidado com inflamações na próstata e, as mulheres, com problemas no útero e no ovário. A garganta é um órgão sensível para os nativos. Podem trabalhar como engenheiros, arquitetos, médicos ou cirurgiões e ocultistas.


*DICAS*

Dia da Semana: Quinta-feira

Número favorável: 9

Cor: violeta

Flor: cravo branco

Pedra preciosa: esmeralda

terça-feira, 20 de julho de 2010

Kilts

Segundo o site do Wikipedia:

O Kilt é o saiote pregueado, parcialmente trespassado, de comprimento da cintura até aos joelhos. Feito de tecido de lã e com padrões de tartan, o Kilt era, tradicionalmente, utilizado por guerreiros e batedores dos Clãs, sendo que cada Clã tinha o seu próprio tartan. Era, originalmente, o traje típico de homens e jovens da montanhas escocesas do Sec. XVI. Desde o Sec. XIX passou estar associado a toda a cultura escocesa, e/ou com a herança da cultura celta (e mais especificamente da Gaélica).
O primeiro kilt encontrado é datado do ano de 2000 a.C. e foi encontrado perto da região de Nuremberga, na Baviera, trazido pelos celtas (pensa-se). Apesar de não estar totalmente comprovado, acredita-se que o Kilt é uma herança céltica.
Hoje em dia, vários países importaram a cultura e o uso do Kilt, fazendo-o ultrapassar largamente as fronteiras da Escócia.
Embora, o Kilt, esteja mais comumente associado a ocasiões formais ou a jogos de montanha e eventos desportivos, tem sido adaptado, nos últimos anos, como uma peça de vestuário masculino, quer formal, quer informal.

Acredita-se que o kilt seja a evolução directa da toga que se fragmentou no saiote e em faixa (em desuso).

Sempre gostei de Kilt, apesar de nunca ter tido um.
Infelizmente ainda há muito preconceito em questão a isso aqui no Brasil, as pessoas não entendem que o Kilt é uma roupa masculina, e como disse acima, usada por guerreiros.
Mais como é costume em culturas ocidentais cristãs em repudiar e fazerem criticas sob preconceitos o uso do Kilt no Brasil é muito pequena, mais por esse fato do preconceito mesmo...
Temos que aprender a saber antes de criticar.
E cultura é algo extremamente complexo para classificar como bom ou ruim...

Viva a liberdade!!!
Viva a diversidade cultural!!!
Viva ao kilt!!!


Algumas fotos:







Sites:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Kilt
http://www.scottishdance.net/highland/MakingKilt.html
http://www.x-kilts.com/
http://www.utilikilts.com/

segunda-feira, 19 de julho de 2010

Homosexualidade no Egito Antigo

Venho tratar sobre um tema muito polemico, o Homossexualidade, estudando sobre o assunto, percebi que esse tema nem sempre foi tão polemico assim, seria então a nossa sociedade tão retrograda? Percebo que sim, vou tratar aqui somente sobre o Egito Antigo, no entanto, em praticamente todas as culturas antigas que se tem ciência, tinha como uma pratica normal a homosexualidade.

Os Deuses do Nilo

A fertilidade humana era um dos principais aspectos da mitologia egípcia, e era muitas vezes confundida com a fertilidade da colheita prevista pelas inundações anuais do rio Nilo. Esta ligação foi mostrada na iconografia dos deuses do Nilo, como Hapy ("Inundação"), deus do rio Nilo, e Wadj-wer, deus do Delta do Nilo, que apesar de pertencerem ao sexo masculino, eram representadas com atributos femininos, como seios grandes, simbolizando a fertilidade oferecida pelo rio.



Hórus, o conquistador de Set

O mito do conflito de Set com Hórus, Osíris e Ísis aparece em muitas fontes egípcias, incluindo os Textos das Pirâmides, os Textos das Tumbas, a Pedra de Shabaka, inscrições nas paredes do templo de Hórus em Edfu e várias fontes em papiros. O Papiro Chester Beatty N.º 1 contém a lenda conhecida como A Contenda de Hórus e Set. Autores clássicos também registraram a história, nomeadamente a De Iside et Osiride ("Sobre Ísis e Osíris"), de Plutarco.



Esses mitos geralmente retratam Osíris como um rei sábio e portador da civilização, casado com sua irmã, Ísis. Set tinha inveja de seu irmão mais novo, Osíris, e o matou e desmembrou. Ísis reagrupou os pedaços do corpo de Osíris e outro deus (em alguns mitos Thoth e em outros Anúbis) o embalsamou. Como a múmia arquetípica, Osíris reinava sobre o outro mundo como um rei entre os espíritos merecedores dos mortos.

Hórus, o filho de Osíris, foi concebido por Ísis com o cadáver do pai, ou em algumas versões, apenas com pedaços de seu cadáver. Hórus naturalmente se tornou inimigo de Set, e muitos mitos descrevem seus conflitos.

O mito incorporava lições de moral para as relações entre pais e filhos, irmãos mais velhos e mais novos e maridos e esposas. Set feriu o olho esquerdo de Hórus, e por isso este cortou os testículos de Set, tornando-o por vezes conhecido como o deus da infertilidade.

Pela 19ª dinastia, a inimizade entre Set e Hórus, em que Hórus tinha arrancado um dos testículos de Set, foi representada como um conto à parte. Segundo o Papiro Chester-Beatty I, Set é descrito numa tentativa de provar a sua posição dominante no Egito seduzindo Hórus e, em seguida, tendo relações sexuais com ele. No entanto, Hórus coloca a mão entre as coxas e colhe o sêmen de Set para posteriormente jogar no rio, para que ele não fosse inseminado por Set. Hórus então deliberadamente espalha seu próprio sêmen em algumas alfaces, a comida favorita de Set. Depois de Set ter comido as alfaces, eles foram até diante dos deuses para tentar resolver a contenda sobre o comando do Egito. Os deuses primeiro ouviram a alegação de Set de ter dominado a Hórus, e "chamou" o seu sêmen de volta, mas este respondeu a partir do rio, invalidando a sua afirmação. Então, os deuses ouviram a alegação de Hórus de ter dominado Set, tendo o deus-falcão chamado seu sêmen para fora, e ele respondeu de dentro de Set.

A Reconciliação

Vejam a curiosa imagem a seguir:
O selo de esmalte azul representa Set e Hórus de mãos dadas. Os dois deuses estão usando a coroa dupla do Alto Egito e do Baixo Egito, como se ambos governassem juntos o unificado país dos faraós, depois de eras de disputa feroz entre os dois.



Mais a seguir, veremos imagens tanto Mitológicas como a de Hórus mirando o pênis ereto de Osíris, seu pai, com Ísis à cabeceira. Quanto imagens do cotidiano da sociedade Egípcia,como a imagem de Niankhkhnum e Khnumhotep, ca. 2.400 AEC. Como também imagens de uma famílias homossexual e outros casais homos.









sexta-feira, 9 de julho de 2010

Após 4 mil anos, tumba conserva cores vivas no Egito



Como se tivessem sido pintados ontem, assim podem ser descritas as cores da tumba construída há 4,2 mil anos no sítio arqueológico de Saqara, 25 km ao sul do Cairo e apresentado pelo chefe do Conselho Supremo de Antiguidades egípcio, Zahi Hawas.

"São as cores mais incríveis jamais encontradas em uma tumba", disse Hawas aos jornalistas, que sob o forte sol de julho tentavam tomar nota das antiguidades encontradas e das explicações do egiptólogo mais famoso do país.

Para chegar a tumba, que na realidade são duas, é preciso percorrer vários quilômetros por uma inóspita pista de areia, de onde é possível ver a pirâmide escalonada do faraó Zoser.

Na cripta descansam os restos de dois altos funcionários da V dinastia faraônica (2500-2350 a.C): Sin Dua, sepultado na sala principal do túmulo, e seu filho Jonso, cujos restos foram depositados em uma sala adjacente à de seu pai.

Ambos ostentam os cargos de "supervisor de funcionários", títulos dos quais não se tinha conhecimento até agora, e de "chefe dos escribas", entre outros.

No entanto, o que chama mais atenção na descoberta são as cores luminosas com as quais a "porta falsa" da tumba de Jonso está pintada, porta pela qual, como acreditavam os egípcios, a alma do morto devia entrar no mundo dos mortos.

Sobre um fundo branco, nítidos tons de marrom, rosa, amarelo, azul e preto mostram quem foi o chefe dos escribas, junto a hieróglifos que indicam seus diferentes cargos e seu nome.

"O túmulo do filho, Jonso, é único e incrível" explicou o especialista, que acrescentou que na "porta falsa" há "um altar de sacrifícios" e pode se ver Jonso "em diferentes posições que mostram a beleza" das cores. "Uma beleza que possivelmente nunca foi encontrada em outra tumba", disse Hawas.

Na sala reservada a Sin Dua, com dimensões maiores e, assim como a de Jonso, enterrada a quatro metros de profundidade, também se destacam as cores nítidas da "porta falsa", na qual Sin Dua aparece sentado em frente a uma mesa de oferendas.

"Como estas cores, na minha opinião as mais incríveis descobertas em uma tumba, puderam se manter durante 4,2 mil anos?", questiona Hawas, que ressaltou que os trabalhos de catalogação e conservação começaram no momento da descoberta.

Perante a "porta falsa" da tumba de Sin Dua foi encontrado também um poço, agora coberto, de 16 metros de profundidade, no qual foram encontrados os restos do caixão do morto, afetado pela umidade.

Além disso, os arqueólogos desenterraram diversos artefatos e objetos utilizados nos ritos fúnebres do antigo Egito que, aparentemente, se mantiveram a salvo dos saqueadores de túmulos graças à profundidade na qual foram depositados.

Entre eles, vários recipientes de pedra em formato de pato que continham ossos destas aves, uma cabeça de madeira e um pequeno obelisco de 30 centímetros.



Segundo Hawas, postado em uma plataforma de madeira situada sobre o poço, os egípcios das dinastias V e VI costumavam colocar em suas tumbas obeliscos como símbolo de sua crença no deus sol Ra.

Estes sepulcros "fazem parte de um enorme cemitério descoberto recentemente na área de Saqara por uma missão arqueológica egípcia que trabalha na região desde 1988", explicou Hawas.

Esta necrópole, da qual não se tinha notícia, como comentou Hawas, se encontra dentro do complexo arqueológico de Saqara, em uma área conhecida como "Yiser al Mudir" e na qual o arqueólogo egípcio espera realizar muitas descobertas.

Antes de abandonar a tumba subindo por uma escada de madeira rudimentar e junto com seu inseparável chapéu, Hawas fez questão de lembrar aos jornalistas: "Você nunca sabe os segredos que as areias do Egito podem esconder".




Fonte:
http://odia.terra.com.br/portal/cienciaesaude/html/2010/7/apos_4_mil_anos_tumba_conserva_cores_vivas_no_egito_94726.html

quinta-feira, 1 de julho de 2010

Rituais Egipcios

Em minhas pesquisas pela Internet eu consegui achar alguns Rituais Egípcios muito interessantes e espero que ajudem e espero também que gostem e use-os bem.
:)



-------------------------------------------

A Leoa

Lua Nova -

Por vezes precisamos de uma proteção rápida mas não temos oportunidade ou tempo para efetuar um ritual completo de banimento e proteção.Se esta com esses cantos com suficiente convicção e emoção, atrairá imediatamente a atenção da Deusa Sekhmet - Deusa do Egito,uma deusa com cabeça de leoa ela era conhecida coma A Terrível , A Poderosa , A Amada de Path.Ela dará seu auxílio.
Apanhe qualquer talismã que esteja usando e entoe suavemente:
Senhora do leão, da batalha e da espada,
Sekhmet, terrível deusa, estabeleça proteção ao meu redor.
Quebre as paredes que me confinam.Ajude-me a me livrar
Dos inimigos e obstáculos.Grande Senhora, ajude- me.
Imagine Sekhmet,com sua cabeça de leoa, mostrando suas afiadas presas.Sinta-a de pé logo atrás de você, seus braços esticados para lhe proteger, suas unhas como presas prontas para rasgar seus inimigos.
Leoa da destruição e vingança,
Meus inimigos me circundam,buscando minha queda.
Livre-me de suas influência.Conceda-me liberdade.
Ó Poderosa e Terrível,amada de Ptah,
Atenda a meu pedido por proteção!

-------------------------------------------------

Ritual para fortalecer a Harmonia do casal com Ísis e Osíris

Celebre a Deusa Ísis e seu consorte Osíris, usando uma vela azul e uma amarela, um objeto de prata e um de ouro (ou dourado), essência de lótus e de sândalo, incenso de lírio. Vamos nos conectar a Ísis em seu aspecto de Deusa da Paz, buscando encontrar com Ela maior harmonia em nossas vidas. Aproveite este ritual para cura do stress, da depressão, da angústia e de qualquer problema no relacionamento. A mulher acende a vela azul, e a unta com a essência de lótus, fazendo o mesmo com o objeto de prata (ou prateado). Conecta-se com Ísis, chamando-a com a seguinte evocação:
"Venha, venha, venha... venha em paz, Senhora da Paz Se levante em paz, Se erga em beleza, Deusa da Vida Beleza dos Céus Trazedora da paz dos céus Os céus estão em paz A terra está em paz Oh Deusa Magnífica Filha de Geb Filha de Nut Amada de Osiris Deusa de muitos nomes! tudo te louva tudo te louva E eu te louvo nesta noite E peço que me concedas harmonia, alegria e equilíbrio".
Ela se conecta com a Lua, banha-se em sua luz e faça com que suas duas mãos em concha fiquem voltadas uma para a outra, com a Lua no meio delas. Concentra a energia da Lua, com este gesto que se chama Sinal de Isis. Depois faz com as mãos como se fosse uma taça, unindo os punhos e as pontas dos dedos polegares e mínimos. Encha essa taça com luar e beba a energia líquida da Deusa Isis, com esta benção de cura e paz.
O homem pega a vela amarela e unta-a com a essência de sândalo, bem como o objeto de ouro (ou dourado). Conecta-se com a energia do Deus Osiris, como o Senhor da Vida, consorte e fertilizador da energia de Isis. Ele respira a energia deste Deus solar, imaginado que recebe a força escaldante do Sol e diz:
"Paz ao Senhor Grande Osiris Paz a nós traga sua Alma Você que é a Alma Viva do mundo Conquistador de todos os inimigos Que sua alma venha a nós permaneça conosco, Eu sou purificada/o pela sua presença de luz Filho de Geb Filho de Nut Que eu esteja em paz Como estás sempre em paz E que teu sol brilhe em meus caminhos"
Ele puxa a energia do sol para seu plexo. A seguir, eles celebram a união do casal sagrado, no Grande Rito, juntando as velas da Deusa Isis e do Deus Osiris, e os objetos, mentalizando que o casamento sagrado traz a paz, harmonia e cura para sua vida. Celebrem o sagrado casamento cantando uma música que signifique para vocês harmonia e cura. As evocações foram traduzidas da versão inglesa de orações egípcias originais.

-------------------------------------------


RITUAL SAGRADO DA CHAMA EGÍPCIA PARA TRANSFORMAR SEUS SONHOS EM REALIDADE

Para invocar o poder místico do Ritual da Chama egípcia, você deve preparar um santuário onde possa fazer a invocação a chama sagrada sem ser perturbado(a). Ponha uma vela acesa sobre um símbolo sagrado da cruz, ou a chave da vida, que é uma cruz com um círculo em cima. Pode ainda colocar uma pirâmide em miniatura para concentrar o poder dinâmico em seu ambiente.

Tenha uma pequena bandeja de metal onde possa queimar os pedaços de papel com os pedidos escritos. Se desejar, ponha um pouco de incenso no altar para perfumar a sala.

ESCREVA OS PEDIDOS QUE FARÁ A CHAMA
Depois de preparar o seu santuário sagrado, escreva os pedidos num pedaço de papel, que você vai queimar com a invocação a chama sagrada. Estes pedidos podem ser como os que se seguem, ou você pode preparar os seus próprios. Peça quantas coisas quiser; alguma delas talvez receba rapidamente, outras podem demorar mais, dependendo da natureza do pedido. Exemplos de pedidos:

o Desejo a quantia de R$ 5.000, 00 para satisfazer minhas necessidades.
o Desejo curar-me completamente.
o Desejo encontrar minha alma gêmea.
o Realize meu desejo de ter uma casa.
o Quero ter um carro novo.
o Ajuda-me a resolver meus problemas atuais, para que fique livre de preocupações.
o Desejo montar meu próprio negócio, como posso conseguir dinheiro para fazê-lo?


Agora pode preparar a bandeja de metal onde vai colocar a lista de pedidos. Inicialmente faça um exercício de respiração. Inspire profundamente contando até quatro e expire dizendo o mantra Aum Mane Padme Aum. Faça isso dez vezes. Após queime o papel com os pedidos. Ao queimar o pedaço de papel na vela, recite a seguinte invocação:

Agora invoco o poder da chama sagrada para me dar as seguintes coisas escritas no pedaço de papel: (ler os pedidos escritos). Após fazer a seguinte invocação:
Acredito no milagre da chama. Invoco o poder milagroso do deus do Sol Osíris. Reconheço que o sol é o poder existente por trás da vida, transmitindo-nos energia e fazendo o milagre do crescimento no solo. Reconheço também que por trás do sol físico existe um sol espiritual com os pedidos que fiz.

Então a medida que o papel se queima e se transforma em cinzas, recite mais uma vez: Acredito no milagre da chama e ele se faz a minha frente de acordo com minha fé.
Sua iniciação nos mistérios do Ritual da Chama egípcio pode dar-lhe uma enorme sensação de poder e realização. Começará a ver algumas das coisas que pediu se realizarem imediatamente e isto lhe dará mais fé no poder milagroso da chama sagrada. Repita o exercício pelo menos uma vez por semana, queimando os mesmos pedidos na chama ou acrescentando outros.

----------------------------------------------

Para aumentar a auto-estima

Em um dia qualquer da Lua Crescente, vá a um lugar calmo; leve com você um espelho pequeno e um saquinho com pétalas de girassol. Ao chegar ao local, pense em todas as suas qualidades e, olhando para o espelho, diga:
"Rá, que comanda o mundo e simboliza o sol, envie para mim poder, força e criatividade. Faça brilhar meus talentos e ofusque meus pontos negativos."
Em seguida, jogue as pétalas sobre sua cabeça e siga em frente sem olhar para trás. Pode continuar usando o espelho.